Fotografia para marcas: os brinquedos da Manacá

Toda a história do Canteiro começou por conta de eu querer fazer fotografia para marcas pequenas, para negócios como o que eu tinha.

Eu já trabalho com fotografia desde 2011, e sempre voltei meu trabalho para a fotografia de famílias, mas tive alguns trabalhos pontuais em que coloquei a fotografia a serviço de outros negócios. Em 2012 e 2013, por exemplo, fiz alguns trabalhos para uma amiga que é consultora de imagem e precisava de fotos que mostrassem um pouco do atendimento individual e dos seus workshops.

Depois disso houve outros trabalhos, mas trabalhar mais com pequeno negócios não era algo que, naquela época, passava pela minha cabeça. Foi só a partir de 2018 que comecei a ter vontade de colocar no mundo um negócio que juntasse fotografia para marcas, design, vídeo e otras cositas más que normalmente pequenas marcas precisam. Então eu fazia fotografia para marcas quando surgia a oportunidade, mas era sempre algo mais pra retratos de empreendedores. Nunca tinha feito fotografia de produto.

Isso até chegar na minha vida a Manacá rs.

Já contei neste post todo o processo de criação de identidade visual da Manacá. Mas a demanda inicial, mesmo, quando a Andressa e a Dani me procuraram pela primeira vez, era pra fazer fotos.

Fotos de brinquedos.

Brinquedos m-u-i-t-o legais.

A gente conversou bastante, o projeto de identidade visual surgiu no meio do caminho também, e alinhamos um mini “mapa” do branding da Manacá durante esse processo todo.

E aí ficou fácil ver que a cara da marca seriam fotos ambientadas, com os brinquedos aparecendo de um jeito mais “vida real”, num ambiente tivesse cara de casa, e não de estúdio ou de coisa montada, incluindo a brincadeira, mesmo, mãozinhas brincantes, se possível.

E em casa que tem criança, a gente sabe bem como é a vida real: brinquedos espalhados pela cama, em cima da mesa, do sofá, da cadeira, do banco, no chão, no quintal.

Foram duas sessões de fotos. A primeira em ambiente externo e completamente incontrolável, com brinquedos que são maiores. Pensa em crianças correndo, enlouquecidas, com tantos brinquedos incríveis disponíveis. Nessa sessão eu fiz fotografias focando mais no brincar, mesmo, e aproveitei pra gravar trechos de vídeo que usamos depois pra montar uma apresentação da marca.

Foi um caos? Foi. Mas eu estou acostumada com o caos na fotografia de família há anos, e as fotos ficaram ma-ra-vi-lho-sas.

A segunda sessão foi interna, numa casa de verdade, com participação de criança de verdade.

(casa de verdade que estava disponível = minha casa mesmo; e criança disponível = meu filho – fotografia pra marca pequena, na vida real, é assim mesmo, não tem locação, não rs)

Por conta da quantidade de brinquedos, foi isso mesmo: eles vieram pra minha casa. E eu passei uma semana bem caótica, porém muito feliz, conhecendo brinquedos que eu nem sabia que existiam e brincando enquanto fotografava. Foi uma semana intensa, com uns 150 brinquedos fotografados, mais ou menos. Selecionei algumas imagens que são minhas favoritas:

Difícil escolher um brinquedo preferido… e já tô pensando em alugar alguns pra tê-los de volta aqui em casa, mesmo que só por um mês. 🙂

Fazer as imagens assim fez muito sentido pra proposta da Manacá, que é ser diferente, simples, conectada a valores como slow life, sustentabilidade, minimalismo. Não precisamos de uma mega produção de estúdio pra isso (aliás, nem combinaria), e ver os brinquedos “em uso”, ambientados, aproxima muito mais o público da marca.

E você? Já pensou em fazer fotos dos seus produtos ou serviços de uma forma que faça sentido pra linguagem da sua marca? Me manda uma mensagem! Vou adorar conversar sobre isso e te ajudar a criar esse acervo visual com a sua cara. 🙂

designer-piracicaba

Muito prazer, eu sou a Carla!

Sou fotógrafa e designer e, aqui no canteiro, ajudo pequenas marcas a comunicarem melhor o seu propósito e a b(r)otarem suas ideias no mundo usando design, fotografia e vídeo. Saiba mais...